top of page
Reuniões do Grupo de Apoio e Psicoeducação GAP-TDAH (2500 × 500 px)(5).png

Como gerenciar melhor seu TDAH com estratégias naturais

Atualizado: 12 de out. de 2022


Se você tem TDAH, às vezes pode parecer que seu cérebro está trabalhando contra você. É comum termos problemas para se concentrar em tarefas, cumprir compromissos ou controlar o comportamento impulsivo.


Mas é importante lembrar que o TDAH não é uma falha pessoal nem um sinal de que você é "preguiçosa". É uma condição neurobiológica real que pode afetar todas as partes de sua vida.


Ainda não sabemos exatamente o que causa o TDAH, mas sabemos que ele vem de mudanças na química e na estrutura do cérebro. Essas mudanças podem tornar mais difícil para as pessoas com TDAH controlarem seus pensamentos e ações.


Felizmente, existem tratamentos que podem ajudar a melhorar os sintomas e tornar a vida com TDAH mais gerenciável. Mas se você já faz o tratamento com profissionais, ou ainda não pode fazer (seja por não ter encontrado alguém na sua região, falta de recursos ou tempo hábil), aqui estão algumas coisas que você pode fazer para ajudar a aliviar os sintomas e viver uma vida mais feliz e produtiva:


1. Organize-se

O TDAH pode dificultar o acompanhamento de detalhes importantes no dia a dia e atrapalhar a nossa organização. Mas ter um bom sistema pode ajudar muito a não perder prazos e objetos importantes.


Tente usar uma agenda (por ex. Google Agenda) ou configurar lembretes em seu telefone para ajudar a lembrar de prazos e compromissos futuros. Dividir grandes projetos em tarefas menores também pode torná-los mais gerenciáveis.


2. Exercite-se regularmente

O exercício é ótimo para nossa saúde no geral, mas também pode ser útil para controlar os sintomas de TDAH. Foi demonstrado que o exercício melhora o foco, a concentração e o controle de impulsos.


A atividade física também pode ajudar a reduzir o estresse e a ansiedade, que são problemas comuns para pessoas com TDAH. Portanto, certifique-se de fazer algum exercício, se possível todos os dias, mesmo que seja apenas uma caminhada rápida ao redor do quarteirão.


3. Durma o suficiente

O sono é crucial para todos, mas é especialmente importante para pessoas com TDAH. Uma boa noite de sono pode ajudar a melhorar o foco e a concentração durante o dia. Também pode ajudar a reduzir a impulsividade e a hiperatividade.


Procure dormir pelo menos oito horas por noite. Se você tiver problemas para adormecer ou permanecer dormindo, converse com seu médico sobre maneiras de melhorar seus hábitos de sono.


4. Coma comida de verdade

Uma dieta saudável também é importante para todo mundo, e estudos mostraram que certos nutrientes, como ácidos graxos ômega-3, podem ajudar a melhorar os sintomas, apesar das evidências ainda serem fracas e precisarmos de mais estudos. Diminuir os ultraprocessados, evitar açúcar e refrigerante em excesso pode ajudar em vários aspectos gerais do metabolismo e funcionamento do corpo, o que vai afetar diretamente também na nossa capacidade de raciocínio e concentração.


Ter uma alimentação mais equilibrada, cheia de frutas e legumes não vai fazer mal, certo? Portanto, certifique-se de comer refeições e lanches saudáveis ​​ao longo do dia.


5. Evite distrações

Pode ser difícil se concentrar quando há coisas acontecendo ao seu redor. Se você estiver tentando se concentrar em uma tarefa, certifique-se de encontrar um lugar tranquilo onde não seja perturbado. Essa é uma coisa muito óbvia, mas muitas vezes simplesmente ignoramos e ficamos num pensamento fixo de “eu tenho que me concentrar de qualquer jeito”, sem apelar a estratégias ambientais (do lugar onde estamos) a nosso favor. Coloque em prática o que é senso comum nesse caso: desligue o telefone e quaisquer outros dispositivos eletrônicos que possam causar distração. E, se necessário, informe às pessoas que você não está disponível para conversar ou responder a perguntas naquele momento.


6. Faça pausas

Quando você tem um cérebro TDAH, é super importante fazer pausas ao longo do dia, ainda mais quando temos a tendência de entrar em hiperfocos ultra imersivos. O tempo passa e a gente só percebe quando a câimbra aparece, a fome já tá gritando de desespero e o xixi ardendo de tanto prender. Tirar alguns minutos para si mesma pode ajudá-la a recarregar as energias e reorientar o foco do que é mais importante fazer em seguida.


Tente definir um cronômetro para 25 minutos e trabalhar em uma tarefa até que ele apite. Em seguida, faça uma pausa de 5 minutos antes de começar novamente. Essa técnica, chamada de Técnica Pomodoro, me ajuda bastante a melhorar o foco e a concentração.


7. Encontre um grupo de apoio

O TDAH pode ser difícil de lidar, mesmo quando já estamos sob tratamento. Mas você não precisa passar por isso sozinha. Existem muitos grupos de apoio para pessoas com TDAH, tanto pessoalmente quanto online. Aqui nós temos o GAP-TDAH (grupo de apoio e psicoeducação para TDAH em adultos). Nos encontramos de forma online quinzenalmente e trocamos experiências, nos acolhemos e tiramos dúvidas com profissionais experientes em TDAH e que estão ali ao vivo pra nos ajudar. Conversar com outras pessoas que entendam o que você está passando pode ser incrivelmente útil.


De qualquer forma, não deixe de buscar um tratamento individualizado. Você também pode conversar com seu médico ou profissional de saúde mental sobre maneiras de gerenciar seus sintomas. Eles podem te ajudar a desenvolver um plano de tratamento adequado para você. Viver com TDAH pode ser desafiador, mas é importante lembrar que você não está sozinha. Com o suporte e gerenciamento certos, você pode viver uma vida feliz e produtiva.

261 visualizações0 comentário

Posts Relacionados

Ver tudo

Comments


bottom of page